FRETE GRATIS PARA SUL, SUDESTE E CENTRO OESTE ACIMA DE R$499

Atendimento

0

Frete Grátis

nas compras acima R$499 (Sul, Sudeste e C. Oeste)

Desconto

5% de desconto no pagamento por pix

Entrega rápida

toda a loja a pronta entrega

Pague com cartão

em até 6x s/ juros

Segurança

Loja oficial

20/05/2024

Grávida pode comer por dois? Desvendando o Mito da Alimentação na Gravidez

Quando uma mulher descobre que está grávida, uma das primeiras questões que surgem é a respeito da alimentação. O antigo conselho de "comer por dois" ainda é amplamente difundido, mas será que ele realmente faz sentido? Neste artigo, vamos desvendar o mito da alimentação na gravidez e fornecer orientações sobre como manter uma dieta saudável e equilibrada durante essa fase tão importante.

Comer por Dois: Mito ou Verdade?

A ideia de que uma grávida deve comer por dois é um mito. Embora as necessidades nutricionais aumentem durante a gravidez, isso não significa que a gestante deva dobrar a quantidade de alimentos ingeridos. O foco deve estar na qualidade da alimentação, e não na quantidade.

Necessidades Calóricas na Gravidez

Durante a gravidez, as necessidades calóricas aumentam, mas não de forma drástica. No primeiro trimestre, a ingestão calórica não precisa ser muito diferente do habitual. A partir do segundo trimestre, a recomendação é aumentar cerca de 300 a 350 calorias por dia. No terceiro trimestre, o aumento é de aproximadamente 450 calorias diárias.

Nutrientes Essenciais

Em vez de se concentrar em comer mais, a gestante deve se preocupar em ingerir os nutrientes certos. Aqui estão alguns nutrientes essenciais e suas fontes:

  • Ácido fólico: Crucial para prevenir defeitos do tubo neural. Fontes: vegetais de folhas verdes, feijões, laranjas e cereais fortificados.

  • Ferro: Importante para prevenir anemia. Fontes: carne vermelha magra, aves, peixes, feijões e espinafre.

  • Cálcio: Necessário para o desenvolvimento dos ossos do bebê. Fontes: leite e derivados, tofu, brócolis e amêndoas.

  • Proteínas: Essenciais para o crescimento do bebê e para a saúde da mãe. Fontes: carnes magras, ovos, laticínios, leguminosas e nozes.

  • Ômega-3: Importante para o desenvolvimento cerebral do bebê. Fontes: peixes gordurosos como salmão e sardinha, chia e linhaça.

Hidratação Adequada

Manter-se hidratada é vital durante a gravidez. A água é fundamental para a formação do líquido amniótico e para a circulação sanguínea adequada. Recomenda-se a ingestão de pelo menos 2 a 3 litros de água por dia.

Alimentação Balanceada

Uma dieta equilibrada deve incluir:

  • Frutas e vegetais: Variedade e quantidade são importantes para fornecer vitaminas, minerais e fibras.

  • Grãos integrais: Pães integrais, arroz integral e aveia são boas opções.

  • Proteínas magras: Carne, peixe, ovos, tofu e leguminosas.

  • Laticínios ou alternativas fortificadas: Leite, iogurte e queijo fornecem cálcio e vitamina D.

Cuidados com os Alimentos

Além de escolher os alimentos certos, a gestante deve tomar cuidados adicionais para evitar contaminação e doenças transmitidas por alimentos. Algumas dicas incluem:

  • Lavar bem frutas e vegetais.

  • Cozinhar bem carnes, aves e ovos.

  • Evitar alimentos crus ou malcozidos.

  • Limitar o consumo de cafeína e evitar álcool.

A gravidez é um período que requer atenção especial à alimentação, mas isso não significa que a gestante deva "comer por dois". Focar em uma dieta equilibrada, rica em nutrientes essenciais, é a melhor maneira de garantir a saúde da mãe e do bebê. Para mais dicas sobre alimentação saudável na gravidez e para encontrar produtos que podem auxiliar nesse período, visite o nosso site e explore as opções disponíveis.

<